Blog Oficial Jonathan Bispo

Blog >  Como viver de mercado Forex

Como viver de mercado Forex

Muitas pessoas, talvez você que chegou até esse artigo seja uma delas, sonham em viver de mercado forex. Alguns não levam esse sonho adiante por medo da instabilidade financeiro, por insegurança do trabalho de trader, ou mesmo por falta de capital. A verdade é que o forex tem muitos prós, mas também tem os contras, como qualquer ocupação/profissão. A diferença aqui é que sempre será terá que lidar com duo de perdas e ganhos de lucros. 

 

O forex pode te dar um bom dinheiro? Sim, porém não é da noite para o dia. O forex pode te trazer prejuízos? Sim, sempre que você não estiver dedicado ao trabalho, estudo e consequentemente fizer escolhas ruins.

 

Então por onde começar? Comece estudando, dando duro, testando, se aprofundando, e então saberá se viver de mercado forex é ou não para seu perfil. Se já passou por essas etapas e mesmo assim ainda está com muitas dúvidas, leia as dicas abaixo.

 

 

Viver de mercado forex e não criar expectativas falsas

 

Se você pretende começar amanhã a viver de mercado forex esperando que na próxima semana já esteja rico, então melhor repensar. É importante saber que você não vai enriquecer do dia para a noite. Para ser um trader profissional é preciso saber disso. Operar no fx profissionalmente não é o mesmo que ganhar na loteria. Aqui você precisa ser paciente, dedicado e também ter as expectativas corretas.

 

Caso contrário além de ficar frustrado, você terá a tendência de assumir riscos demais, ou seja, as chances de prejuízos serão bem maiores. Analisando o mercado e os traders que iniciam como profissionais, a expectativa inicial é em média 5% de lucro ao mês. Qualquer coisa acima de 10% no início já é um indicativo de risco excessivo, e pode não ser tão bom quanto parece.

 

 

É preciso ter capital e economias

 

Novamente aqui não se trata de um vencedor da loteria, onde você entra com alguns reais e ganha muito dinheiro. Para viver de mercado forex é preciso ter acumulado algumas economias para iniciar sua jornada profissional. O recomendado é que um trader iniciante tenha pelos menos uns 2 anos de economia em uma poupança referente ao seus gastos anuais.

 

Por exemplo, caso você tenha uma despesa mensal de 2 mil reais (R$12.000/ano) então o ideal é que você tenha pelo menos 24 mil de economia para iniciar. Esse valor é uma forma de te manter seguro, caso dê errado. Sim, é preciso pensar também nessa possibilidade.

 

Em uma perspectiva positiva, você investirá parte das suas economias, e seu trabalho no forex estará indo muito bem. Mesmo assim, não se esqueça do capital e tenha “pé no chão”. Você precisará deixar parte do seu lucro como capital. Se você gasta todo o lucro, seu capital não vai crescer e você ficará estagnado.

 

*Dica extra: Talvez você não tenha capital, mas sabe que é um bom trader. Neste caso poderá considerar operar com capital de terceiros. Se é bom neste mercado porém sem capital, talvez esse seja o caminho.

 

 

Ter um histórico de sucesso no forex

 

De forma alguma quero ser pessimista, mas se seu desejo é viver de mercado forex, é preciso ser realista. Antes de decidir mudar de profissão, largar seu atual emprego e ou usar todas as suas economias no mercado forex, o recomendado é que você já tenha tido vivência e um histórico de sucesso.

 

Não há um período mínimo para definir esse histórico, mas é preciso que você tenha confiança nas negociações, e que tenha certeza que é capaz de ser um profissional. E essa certeza você só irá adquirir quando tiver uma sequência de boas negociações.

 

 

Ter controle emocional

 

É preciso frisar sobre o seu emocional e psicológico se a intenção é mesmo viver de mercado forex. Neste trabalho você precisa estar ciente e confortável com o fato que mesmo correndo riscos, terá que seguir firme nas suas decisões. Por isso, antes de se decidir sobre viver de trader, faça uma autoanálise, e se certifique se de estar emocionalmente preparado para isso. 

 

A inteligência emocional é muito importante para que deseja viver de mercado forex. Sem essa confiança e maturidade, você ficará facilmente abalado emocionalmente para possíveis perdas e até ganhos.

 

 

Ter paixão

 

Aqui não é um clichê barato sobre amar sua profissão, e sim sobre uma realidade de quem quer viver de mercado forex. Trabalhar no mercado financeiro é por vezes muito chato, minucioso, e requer muita paciência. Por isso é preciso estar disposto a se dedicar a essa paixão, do contrário não dará certo.

 

Como já mencionado no início, o fx não vai te deixar rico instantaneamente, então você estará lidando com um trabalho que talvez te dará muito “trabalho” antes das recompensas. Sem a vontade real, dificilmente dará certo.

 

 

Ter apoio

 

Viver de mercado forex requer riscos e até mesmo algumas abdicações. Por isso ter o apoio das pessoas que você gosta, que você confia, fará toda a diferença. A família e amigos são muito importantes neste processo de transição entre alguém que experimentava o trader para um profissional trader.

 

Além do apoio emocional que é essencial na tomada de decisões, iniciar no forex pros para desafiar e ou provar alguma coisa para os outros, certamente vai influenciar negativamente nas suas estratégias. Suas decisões precisam sempre ser pautadas nos seus estudos, no mercado e na sua experiência.

 

 

Ter um plano B

 

Novamente é preciso ser realista se pretende viver de mercado forex. Pode ser que até aqui você tenha “seguido” todos os itens anteriores com sucesso, porém poderá chegar em um determinado momento e perceber que não há mais paixão, e ou que não está mais disposto a trabalhar com forex. Por isso, é preciso ter um plano B.

 

Uma outra opção caso o forex não seja a sua profissão. Por isso é importante manter as boas relações dos seus serviços anteriores e também seu network para saber para onde voltar. Esse plano b serve também como um “escape” para que você operar com mais tranquilidade e segurança.





0 Comentários

Publicar um comentário

Comentário
Nome
Email